Depois de 20 anos compondo…

Kanded lança “O Amor Cura Tudo”, álbum com 12 faixas autorais inéditas.

Release

Kanded sempre foi pesquisador de música alternativa. Como divulgador já esteve envolvido com fanzine, coluna de jornal, programa de rádio e blogs, atuando como fotógrafo, redator, arte-finalista e produtor musical. Em 2011 decidiu dar mais atenção ao seu lado compositor, hobby que mantém desde a juventude. O plano A (montar uma banda) não deu certo, mas o B (gravar um disco) vingou! Assim, comemorando vinte anos de envolvimento com a música, no final de 2014 ele lançou “O Amor Cura Tudo”, seu primeiro disco.

kanded_2_1000

Esta história começou por volta de 1995, quando ele cismou que queria aprender violão. Nas primeiras aulas já percebeu que era com ritmos, campos harmônicos e vocalizes que as canções eram feitas. Como ele também sempre escreveu poemas, começar a musicá-los foi algo natural e sinônimo de diversão. Enquanto o velho gravador registrava tudo (o violão tosco, o vocal desafinado e os gritos de “pare com este barulho!”), o tempo passou e a gaveta foi ficando abarrotada de músicas autorais inéditas.

Depois de anos de vida cigana, Kanded voltou à Guaxupé/MG, sua cidade do coração. Passando a vida a limpo, percebeu o quanto a música lhe fez bem e foi sua companheira. Decidiu então gravar um disco, só para compartilhar na internet com os amigos que fez em suas andanças. A ideia inicial era algo simples e acústico, só com violão, voz e percussão, tal qual elas foram feitas. Mas nada disso, música tem vida própria e a do Kanded quis uma produção bem mais requintada. Eis então que surge do nada um parceiro inesperado, o Alexandre Piza (uma banda inteira num músico só) que topou ajudá-lo na empreitada, que foi fácil e rápida, já que as canções estavam prontas.

kanded_divulgrungeLançado na primeira semana de dezembro de 2014, o CD “O Amor Cura Tudo” traz 12 faixas autorais inéditas, onde Kanded mostra uma pequena fração de suas composições. Nele seus poemas aparecem em forma de balada, pop, rock, funk, reggae e até gospel. Para orientar o ouvinte, ele diz que suas referências textuais são Jack Kerouac, Khalil Gibran e, mais recentemente, a Bíblia. Na parte sonora resquícios de Creedence, Pink Floyd e U2 são bem evidentes.

Com seu primeiro disco em mãos, Kanded vem apresentando pessoalmente seu trabalho por onde passa. As faixas “Nara” e “Pra Onde O Tempo Vai?”, os primeiros singles, estão disponíveis em MP3 e podem ser baixadas gratuitamente na seção Download.

Faixa a faixa
Ouça trechos de cada uma das 12 faixas do álbum “O Amor Cura Tudo”, com comentários do próprio Kanded sobre elas, clicando aqui.