?>

Release

Kanded é um compositor e cantautor que começou escrevendo poemas. Um dia apareceu um violão em sua casa, aprendeu alguns acordes e voilá, seus poemas viraram canções. Isso foi lá por 1995 e passou a ser seu hobby preferido. Surgia aí o compositor Kanded.

Num dia qualquer de 2013, sentiu a necessidade de ter algo com suas composições para deixar de legado. Tentou montar uma banda, mas não rolou. Encontrar um cantor, também não. Tudo bem, pegou o violão e encarou o microfone. Surgia aí o cantautor Kanded.

O Amor Cura Tudo”, o primeiro álbum, foi lançado no final de 2014. Divulgando o trabalho, Kanded disse, numa entrevista, que gravaria mais dois discos. Ele diz que isso foi impensado, mas providencial, pois se sente mais à vontade gravando discos que tocando ao vivo. Esse foi o start para o segundo álbum, “Primícias”, lançado no início de 2016. Desde então vem preparando o terceiro projeto, ainda sem data de lançamento.

Pra quem pergunta porque ainda não tocou ao vivo, Kanded diz que não se vê como artista, mas que isso é possível. O problema, ele diz, é encontrar parceiros ideais, pois não se vê tocando sozinho. Enquanto isso ele segue compondo, se autoproduzindo e em busca de parceiros.

Referências musicais – Kanded prefere artistas que cantam o que compõem. Mesclando nomes antigos e contemporâneos, ele cita Rolando Boldrin, Renato Teixeira, Zé Geraldo, Bob Dylan, John Fogerty, Eddie Vedder, Zeca Baleiro, Renato Russo, Frejat, Tiago Iorc, Kell Smith, Tiago Arrais e Deise Jacinto.